Oradores – Edição 2021

Pedro Siza Vieira

Ministro Estado, da Economia e da Transição Digital
Pedro Siza Vieira nasceu em 14 de julho de 1964. É Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1987). Na sua atividade académica, foi monitor na Faculdade de Direito de Lisboa e Assistente na Universidade Autónoma de Lisboa e ainda, Professor Convidado da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa e da Universidade Nova de Lisboa. Foi, ainda, formador em pós-graduações e cursos promovidos por diversas instituições, incluindo a Universidade Nova de Lisboa, a Escola do Porto da Universidade Católica Portuguesa, e a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra em matérias como contratação pública, contencioso administrativo, arbitragem, direito bancário, project finance e insolvência. Como advogado, foi sócio da Morais Leitão, J. Galvão Teles e Associados, Sociedade de Advogados e, de 2002 a outubro de 2017, sócio da Linklaters LLP, sendo Managing Partner do escritório de Lisboa desta sociedade, entre 2006 e 2016. Integrou as listas de árbitros do Centro de Arbitragem Comercial da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, do Instituto de Arbitragem Comercial da Associação Comercial do Porto, da Concórdia (Centro de Conciliação, Mediação de Conflitos e Arbitragem), do Centro de Mediação e Arbitragem da Câmara de Comércio Portuguesa no Brasil, e do CREL (Centro de Resolução de Extrajudicial Litígios do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola). Foi membro da Direção da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal e Presidente da Associação Portuguesa de Arbitragem. Integrou vários Grupos de Trabalho responsáveis pela elaboração de ante projetos legislativos, entre os quais, os que estiveram na origem do Regime Jurídico da Urbanização e Edificação, do Regime da Responsabilidade Civil do Estado e demais pessoas coletivas públicas e da Lei de Arbitragem Voluntária. Foi membro do Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais e vogal da Comissão Executiva da Estrutura de Missão para a Capitalização de Empresas.

António Redondo

Presidente, CELPA

Ana Cláudia Coelho

Partner, PwC
Cláudia Coelho é diretora responsável pela área de Sustentabilidade e Alterações Climáticas na PwC Portugal, licenciada em Engenharia do Ambiente pelo IST e com Pós graduação em Sistemas de Gestão Ambiental pelo ISQ e Programa de Direção de Empresas da AESE, tem vinte anos de experiência profissional na indústria e como consultora na área do ambiente e sustentabilidade. Integrou a equipa de sustentabilidade da PwC em 2006, sendo atualmente a responsável da área, realizando coordenação de projetos de ambiente, de sustentabilidade, de resposta a investidores e índices de sustentabilidade e de reporting não financeiro. Com extensa experiência em diversos setores de atividade, como a energia, a banca, o retalho, entre outros, participa ainda, regularmente e com diversas instituições de ensino, no desenvolvimento de sessões sobre sustentabilidade em cursos de várias naturezas (gestão, comunicação, entre outros).

Elvira Fortunato

Cientista, Professora Catedrática e Vice-Reitora, FCT da Universidade NOVA de Lisboa
Elvira Fortunato é Vice-Reitora da NOVA e Diretora do Laboratório Associado i3N, Instituto de Nanoestruturas, Nanomodelação e Nanofabricação. É co-inventora do conceito de electrónica de papel em todo o mundo: Paper-e®. Em 2008 ganhou uma Bolsa Avançada do Conselho Europeu de Investigação (ERC) com o projeto "INVISIBLE” e em 2018 recebe a segunda ERC, no montante de 3,5 milhões de euros na área dos materiais e aplicações multifuncionais. A sua equipa de investigação explora novas propriedades em materiais multifuncionais avançados e sustentáveis, incluindo óxidos, bem como novos materiais eletrónicos, incluindo métodos alternativos de deposição, com o principal objetivo de desenvolver tecnologias e dispositivos ecológicos a serem utilizados e explorados na área da eletrónica de superfície inteligente, flexível e adaptável. É membro eleito da Academia de Engenharia (2008); Academia Europeia das Ciências (2016); Academia das Ciências de Lisboa (2017) e Academia Europaea (2019). Pertence ao Conselho de Curadores da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (desde 2014), Conselheira Científica Principal da Comissão Europeia, entre 2016 e 2020. Coordena desde 2019 na Universidade NOVA o projeto SPEAR, uma plataforma europeia de apoio e implementação de planos para a igualdade de género em instituições do ensino superior. Foi pioneira na investigação europeia sobre electrónica transparente, nomeadamente transistores de película fina à base de semicondutores de óxido, demonstrando que estes materiais podem ser utilizados como verdadeiros semicondutores.

Humberto Delgado Rosa

Diretor para o Capital Natural D-G Ambiente, Comissão Europeia
Humberto Delgado Rosa é doutorado em biologia evolutiva e licenciado em biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, diretor para o capital natural da DG Ambiente, Comissão Europeia, desde novembro de 2015. Foi diretor para a adaptação e tecnologia de baixo carbono na DG Ação Climática, Secretário de Estado do Ambiente do Governo de Portugal de março de 2005 a junho de 2011 e de 1995 a 2002 foi assessor para assuntos do ambiente junto do Gabinete do Primeiro Ministro. Tem experiência relevante em política de ambiente europeia e internacional, especialmente quanto a biodiversidade e alterações climáticas.

Jorge Moreira da Silva

Diretor Cooperação para Desenvolvimento, OCDE
Jorge Moreira da Silva é licenciado em Engenharia Eletrotécnica (área de Energia) pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, com uma pós-graduação em Alta Direção de Empresas pela AESE/IESE Business School da Universidade de Navarra. É Diretor da Cooperação para o Desenvolvimento da OCDE, em Paris e Presidente do think-tank Plataforma para o Crescimento Sustentável, que fundou em 2011. Foi Deputado à Assembleia da República e Presidente da delegação parlamentar da NATO, Ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia do XIX e do XX Governo Constitucional, Primeiro Vice-Presidente do PSD, Professor Catedrático Convidado do ISCSP - Universidade de Lisboa e membro do RISE (painel de alto nível sobre ciência e inovação da Comissão Europeia), Diretor da área de Economia da Energia e das Alterações Climáticas do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em Nova Iorque, consultor do Presidente da República nas áreas da Ciência, Ambiente e Energia; consultor do Banco Europeu de Investimento (BEI) e da Comissão Europeia na área da biodiversidade e das alterações climáticas, Secretário de Estado da Ciência e Ensino Superior e Secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território, Deputado ao Parlamento Europeu, sendo o Relator Permanente para as alterações climáticas. Nessa qualidade, foi relator, negociador e autor da Diretiva que estabeleceu o novo Sistema Europeu de Comércio de Emissões, aprovada em 2003. Presidiu, igualmente, às delegações do Parlamento Europeu às Conferências das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas realizadas em Haia, Bona e Marraquexe e à Cimeira Mundial do Desenvolvimento Sustentável realizada em Joanesburgo, em 2002 e entre 1995 e 1998, foi presidente da JSD.

Margarida Tomé

Professora Catedrática, Instituto Superior Agronomia
Margarida Tomé é Professora Catedrática do Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, e membro do Centro de Estudos de Florestais, no qual coordena a linha de investigação ForChange (Forest ecosystem management under global change - Modelação de ecossistemas florestais num contexto de alterações globais). Tem larga experiência em investigação nas áreas de inventário de recursos florestais, monitorização da sustentabilidade da gestão florestal e modelação do crescimento da floresta sob um cenário de alterações globais, tendo coordenado e/ou participado em diversos projectos de investigação nacionais e internacionais. Tem também sido responsável por diversos projectos técnicos, especialmente nas áreas do inventário florestal e da previsão da evolução da floresta portuguesa. Tem mais de 300 publicações, das quais 119 em revistas internacionais com referee. Desde 2001, é co-editora da série da Springer “Managing Forest Ecosystems”(ISSN: 1568-1319) e desde 2019 é uma das Editoras da revista Forest Ecology and Management. É vice-presidente da IUFRO task force “Sustainable Planted Forests for a Greener Future”, foi coordenadora da Division 4.0 da IUFRO (International Union of Forest Research Organizations) entre 2005 e 2014, foi membro do Scientific Advisory Board do European Forest Institute (2000 – 2004) e Presidente do Instituto Europeu da Floresta Cultivada, European Institute of Cultivated Forests (2002 – 2006). É membro do Advisory Board do EFIMED (Mediterranean Regional Office of European Forest Institute).

Francisco Gomes da Silva

Diretor- Geral da CELPA